ANJOS E DEMÔNIOS 7

09/05/2012 22:32

 

 

ANJOS & DEMÔNIOS - 07 - OS ANJOS E A BATALHA FINAL

Blog de cia-de-jesus-cristo :COMUNIDADE IGREJA APOSTÓLICA DE JESUS CRISTO, ANJOS & DEMÔNIOS - 07 - OS ANJOS E A BATALHA FINAL

 OS ANJOS VIRAM A CRIAÇAO ACONTECER

Segundo a Bíblia os anjos já existiam antes da criação do homem e eles testemunharam os atos da criação de Deus.

Quando Jó questionava a Deus a respeito do seu sofrimento, o Senhor lhe fez algumas perguntas para as quais Jó não tinha respostas. “Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem lhe assentou a pedra angular, quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e rejubilavam os filhos de Deus?”Jó 38:1-7.

Neste caso, está se referindo aos anjos. Os anjos já existiam muito antes de Deus dar vida a Adão e Eva. Eles não estão sujeitos às leis do tempo e espaço e são imortais.

Os exércitos de anjos viram nestes quase dois mil anos, todo o dramático crescimento e formação da Igreja de Cristo. Eles continuam acompanhando a edificação da verdadeira Igreja de Cristo, em todos os momentos até que Jesus volte e ela seja arrebatada. Isso está evidente no texto - 1 Coríntios 4:9.

OS ANJOS FIZERAM COISAS ACONTECEREM

Quando a escrava Hagar ficou grávida de Abraão, teve que fugir para o deserto devido aos ciúmes de sua senhora. Mas o anjo do Senhor encontrou-a, e mandou que Hagar voltasse e se humilhasse perante sua senhora. Gênesis 16:1-11.

Um anjo foi adiante do servo de Abraão, Eliezer, na busca de uma esposa para Isaque entre os parentes, e encontraram Rebeca - Gênesis 24:7.

Ao enviar Moisés para libertar o povo de Israel do Egito, e marcharem para conquistar a terra de Canaã, Deus disse: “O meu anjo irá diante de ti e te levará” - Êx. 23:20 -23.

O profeta Elias foi socorrido por um anjo que lhe trouxe pão e água, quando fugia da rainha Jezabel para salvar sua vida - 1 Reis Cap.1 9.

Os anjos ainda fazem as coisas acontecerem, para livrar e dar segurança aos filhos de Deus.

OS ANJOS E A EVANGELIZAÇÃO

A primeira proclamação das boas novas foi um privilégio dos anjos, ao transmitirem a maravilhosa notícia aos pastores: “Eis vos trago boa nova de grande alegria, que o será para todo o povo: é que hoje vos nasceu na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor.”- Lc. 2:10 -11.

Deus delegou aos anjos o poder de se envolverem na evangelização, mas não os autorizou a pregar o evangelho aos homens. Somente os homens pecadores podem anunciar o evangelho aos homens pecadores. Os anjos seriam incapazes de compreender o sentido da salvação.

Assim, os anjos não podem ser evangelistas, nem pastores, nem conselheiros, nem herdeiros com Jesus Cristo no Seu reino. Os anjos dão apoio aos pregadores do evangelho em todos os momentos.

A evangelização começou com um anjo anunciando o nascimento de Jesus. E antes do fim, na grande tribulação do Apocalipse, o evangelho será proclamado por um anjo - Ap. 14:6 -7.

O ANJO TEOFÂNICO

Encontramos no Velho Testamento algumas manifestações de anjos chamadas teofanias. A explicação mais certa, é que seriam aparições de Jesus Cristo, ou seja, a segunda pessoa da Trindade, antes do seu nascimento como homem.

Nessas aparições, o anjo era chamado de “Senhor” ou de “Anjo do Senhor”. Quando três anjos apareceram a Abraão em forma humana, um deles, o líder, era de fato o Senhor; os outros eram anjos. Gn. 18 - Gn. 16:11 -13 - Gn. 22:11-18.

Apareceu a Moisés no Monte Sinai no meio do fogo. Sem dúvida era Deus falando a Moisés - Êx. 3:2-5. Apareceu a Gideão como o Anjo do Senhor, pois lemos: “então se virou o Senhor para ele, e disse: “Vai nessa tua força”. Jz. 6:11-14. Apareceu ao profeta Daniel, às margens do rio Hidequel - Dn.1 0:4-7.

Entendemos ai que Deus se manifestou ao homem visivelmente em uma “teofania”. (pré-aparição).

OS ANJOS NA PROFECIA E A BATALHA FINAL

Os anjos tiveram e continuarão a ter participação importante no desenrolar da história humana. Eles tiveram e terão, por determinação divina, atuação no cumprimento das profecias bíblicas. Estarão envolvidos no futuro da Igreja de Cristo, do povo de Israel e do planeta Terra.

Há cerca de Vinte e duas referências de Jesus sobre os anjos no Novo Testamento e quatorze tratam do envolvimento dos anjos no cumprimento das profecias Mt. 13:36 -43.

Os anjos virão com Jesus na Sua segunda vinda, - Mateus 25:31; 24:31 - Lc. 12:8 - 1 Ts. 4:16-17.

Mas é no último livro da Bíblia, o Apocalipse, que observamos um intenso e variado envolvimento profético dos anjos no destino futuro do mundo, e nos juízos divinos. Um anjo ordenou a João que escrevesse as cartas às sete igrejas da Ásia - Ap. 4:1. Um anjo proclamou a respeito de quem seria digno de abrir o livro dos sete selos - Ap. 5:2. João viu os quatro anjos segurando os ventos destruidores nos quatro cantos da Terra - Ap. 7:1-3.

São muitas atuações. Contudo, a batalha final começará nos céus, muito além das mais distantes galáxias, quando o arcanjo Miguel liderando os exércitos celestiais terá o confronto decisivo com Lúcifer e seus exércitos de anjos decaídos. E o resultado não poderá ser outro, como está profetizado - Ap. 12: 8, 9,11.

Satanás já tinha tido um confronto pessoal com o arcanjo Miguel, por causa do corpo de Moisés, o qual Deus havia sepultado em segredo. (Jd.9)

Qualquer que fosse a razão, Miguel resistiu porque era responsável pela guarda do corpo de Moisés até o dia da ressurreição.

São mais de cinqüenta futuras atuações dos anjos profetizadas no Apocalipse.

Sem dúvida, o arcanjo Miguel está ocupado em organizar toda a estratégia para a batalha final do Armagedom. Tudo está profetizado e se cumprirá, porque é a PALAVRA DE DEUS e não do homem - Ap. 22:16.

 

FONTE:http://cia-de-jesus-cristo.spaceblog.com.br