10 invenções do Brasil

03/05/2012 13:49
 

FT0

Quando falamos em invenções brasileiras, logo nos lembramos de Santos Dumont, o “pai de aviação”, mas saibam ele não é o único a usar a criatividade para criar. Abaixo temos invenções brasileiras que usamos até hoje, outras não mais, confira:

Cafezinho de Bolso
Sim é possível ter um “Cafezinho de Bolso”, e é tudo descartável: xícara, coador, sachê de açúcar, colherzinha para mexer, uma lixeira e uma dose com 6 gramas de café torrado e moído, bastando apenas ter por perto a água quente. Os criadores são Adílson Sanches e Luiz Fabichak começaram a fabrica-lo em 1995. Para prepará-lo, só falta mesmo a água quente.

 

 

Cartão Telefônico
Em 1978 o engenheiro Nélson Guilherme Bardini teve a brilhante idéia de criar o cartão telefônico que é feito de PVC e com um circuito elétrico ligado a pequenas superfícies metálicas. O mesmo só teve funcionalidade mesmo no Brasil em 1992.

 

 

Copo Americano
Americano é só na descrição, mas após dez anos, digamos que pela primeira vez os EUA passou a vender e usar um produto exclusivo do Brasil. O “Copo Americano” foi inventado pelo designer Nadir Figueiredo em 1947. Não bastasse inventar um, hoje existem cinco tipos: dose, multiuso, long drink 300 ml, long drink 450 ml e rocks.

 

 

Coração Artificial
O engenheiro mecânico Aron de Andrade, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia (SP), criou o “Coração Artifical” em 2000, onde é ligado ao coração natural e alimentado por um motor elétrico.

 

 

 

 

Escorredor de Arroz
Pode acreditar, mas uma cirurgiã-dentista criou o utensílio doméstico em 1959. O nome da inventora é Therezinha Beatriz Alves de Andrade Zorowich. A invenção teve tabmém a ajuda de seu marido,  que montou um protótipo em papel de alumínio e apresentou a invenção ao dono da Trol S/A.

 

 

 

 

 

 

Painel Eletrônico
Em 1996 no Ceará o “Painel Eletrônico” foi desenvolvido por Carlos Eduardo Lamboglia, no ano seguinte ele patenteou a criação e na Copa da França foi usada em todos os jogos. Graças ao nosso inventor, hoje quando formos aos estádios de futebol teremos resultados de outros jogos, substituições durante a partida assistida e afins.

 

Soro Antiofídico em Pó
Em 2000, o “Soro Antiofídico em Pó” foi desenvolvido pelo veterinário Rosalvo Guidolin. Com experiência no assunto, foi contratado pelo Instituto Butantan para iniciar a produção dos medicamentos.

 

 

Tênis Computadorizado
Lançado pela Alpagartas em 2001, o sensor eletrônico localiza-se dentro do tênis, e neles registram-se os dados como velocidade, distância e tempo.

 

 

Terço Eletrônico
Em 2000 Josué Corrêa de Lacerda criou o “Terço Eletrônico” para que assim os fiéis não perdessem a conta durante a oração.

 

 

 

 

Urna Eletrônica
Na cidade de Brusque em Santa Catarina, como fase de experimento, as eleições de 1989 foram realizadas por um terminal computadorizado. O inventor da “Urna Eletrônica” era juiz eleitoral no Estado, chamado Carlos Prudêncio, contando com a ajuda de seu irmão, um empresário da área de informática. Já em 2000, todos os municípios brasileiros receberam cerca de 350 mil urnas.

 

fonte:http://www.vocesabia.net